vídeos

Loading...

domingo, 7 de setembro de 2014

Cristão chip


Parece que as igrejas são como empresas de telefonia onde exercem atividade econômica organizada, estruturada, destinada à produção ou circulação de bens ou de serviços para os seus membros, pondo em funcionamento o estabelecimento-templo a que se vincula, por meio do empresário-pastor, sendo ele individual (chefe absoluto) ou societário (sociedade de pastores), ente personalizado, que a representa no mundo dos negócios. Rs

Mas não é sobre igrejas-empresas o tema aqui, isso eu já escrevi em posts anteriores. Aqui me refiro a certo tipo de “cristão” que frequenta os templos.
Levo a crer que alguns cristãos-clientes vão a igreja como ela fosse realmente uma empresa, e lá age com um consumidor adquirindo produtos ou utilizando bens e serviços.
Vai ao templo esperando ser bem recebido na entrada, depois ele passa na cafeteria e pede um cafezinho com croissant, fazendo aquela social com os amigos no hall do templo, depois passa na livraria para comprar um cd, dvd, livro ou algo do tipo.

Chegou a hora mais esperada, o culto vai começar! Será que o louvor vai ser bom hoje? – pensa ele.
No momento das ofertas e dízimos, ele cumpre tudo certinho, afinal ele fazendo isso, ele cumpre com suas obrigações religiosas, ficando assim em “paz” com a divindade (Deus).
O clímax é o momento da palavra, onde Deus irá usar o líder para dar as diretrizes da minha vida, na semana, no mês ou no ano.

Quando a igreja-empresa na visão e percepção dele (cristão-chip) não está de acordo com as suas exigências e expectativas pessoais, o que ele faz?
Portabilidade que no ramo da telefonia e comunicação é a capacidade de um cliente mudar de operadora telefônica ou prestadora de serviços e continuar a usar o mesmo número de telefone (cristão-chip).

Acho que ele pensa: “no começo essa igreja-empresa era tão boa, havia uma conexão 4G, porém agora o padrão caiu”
Com o passar do tempo ele começa a ver os problemas e defeitos da instituição, porém ele (cristão-chip) se esquece que em Jesus acabaram-se as pontes, acabaram-se os intermediários, a conexão é diretamente com Deus e a “operadora” é Jesus.
Essa “operadora” nunca teve e nunca terá erros ou defeitos para que você se conecte.

Já se conectou Ele hoje ou está esperando ir para a "empresa"? rs
         
com todo carinho

Rafael Yuri

Nenhum comentário:

Postar um comentário